Mundo do Plastico faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

4 tendências pós-pandemia para a indústria do plástico

tendências pós-pandemia para a indústria do plástico.png
Confira um apanhado de tendências pós-pandemia para a indústria do plástico e prepare o seu negócio.

O relatório Flexible Plastic Packaging Market dá uma ideia das tendências pós-pandemia para a indústria: aumento da demanda em indústrias de uso final (bebidas, alimentos, cosméticos, cuidados pessoais e farmacêuticos) e crescimento do comércio eletrônico.

De acordo com o documento, o mercado global de embalagens plásticas flexíveis tem projeção de crescimento de quase US$ 40 bilhões de 2020 a 2025. Apesar do recorte para as embalagens flexíveis, há questões importantes que se aplicam a toda a indústria.

Veja, a seguir, 4 tendências pós-pandemia para a indústria do plástico!

Novos hábitos do consumidor são tendências pós-pandemia para a indústria em geral

A pandemia modificou profundamente os hábitos do consumidor de todas as indústrias. O distanciamento social fez com que as relações virtuais, inclusive com empresas, se intensificassem. As compras online dispararam em todos os setores.

Além disso, a população passou a ter uma outra percepção sobre embalagens e outros materiais plásticos. A Flexible Packaging Association apontou que mais de 60% dos consumidores norte-americanos pagam mais por embalagem tangíveis e funcionais (proteção do produto, eficácia da cadeia de abastecimento, facilidade de envio etc.).

Isso significa que o olhar para produtos sustentáveis se tornou mais atento. O consumidor, inclusive, busca empresas com práticas que respeitam o meio ambiente. A sustentabilidade se tornou, assim, um valor para as pessoas, que prezam cada dia mais por um consumo consciente.

Indústria no e-commerce

O e-commerce é uma das tendências pós-pandemia para a indústria do plástico em suas duas modalidades: B2C (business to consumer ou empresa para consumidor final) ou B2B (business to business ou empresa para empresa). Como apontamos, as relações online se intensificaram com a pandemia, então, é preciso aproveitar o ambiente digital.

O comércio virtual é uma maneira eficaz para que as empresas se aproximem de seus consumidores, encurtando a cadeia de distribuição. Essa aproximação dá origem ao crescimento nas vendas, desde que o canal digital ofereça a melhor experiência possível ao consumidor.

Com o aumento nas vendas, há maior lucratividade e possibilidade de crescimento para a indústria. Quando falamos de e-commerce B2B, ele também é uma maneira de ser mais transparente e abrangente na internet. Ponto positivo para o compliance!

Mudanças na gestão das indústrias: inovação

Os reajustes dos players do mercado do plástico provocaram uma grande mudança na gestão das indústrias. Os fornecedores de insumos estão com a produtividade reduzida em decorrência da pandemia, ao mesmo tempo em que a demanda aumentou. Por isso, nos deparamos com a volatilidade do preço, além de reajustes de energia elétrica e combustíveis.

Considerando que o pós-pandemia deixará rastros profundos na sociedade, é certo que muitas empresas não terão o poder financeiro para fazer as compras como antes. Por isso, muitas indústrias vêm absorvendo parte do aumento nos custos de produção e otimizando seus processos. Dessa maneira, conseguem garantir o funcionamento de suas atividades.

Uma das formas de otimização da gestão é a inovação, como descreve Carlos Urbano, diretor de Industrial Automation da Schneider Electric Brasil "ela traz soluções envolvendo rastreabilidade, monitoramento de máquinas e eficiência energética, que auxiliam a indústria de plásticos a suprir esses aumentos de demanda na produção, minimizando as perdas de matéria prima durante a fabricação, otimizando o período de disponibilidade da máquina e diminuindo o tempo gasto com manutenção”.

Sustentabilidade é uma das tendências pós-pandemia para a indústria do plástico

E se as tendências pós-pandemia incluem inovação e mudança de comportamento do consumidor, é inevitável pensar em sustentabilidade. As diversas transformações que a indústria do plástico vem passando nos últimos anos já apontam para isso. Aliás, é um setor muito criticado por lidar com um material que leva centenas de anos para se decompor.

Diante disso e do aumento no consumo do material durante a pandemia, a sustentabilidade enquanto tendência se confirma. É certo que a importância do plástico no mundo moderno se confirmou, mas também reforçou o impacto ambiental que ele causa no meio ambiente.

O diretor da Schneider Electric, inclusive, aponta que “o mercado teve de se reinventar para aumentar sua demanda, enquanto diminui seu impacto ambiental. Hoje as empresas estão aprimorando suas fábricas, com tecnologias de ponta para otimizar seus processos, aumentar a segurança e promover a sustentabilidade, que hoje é vista não só como uma necessidade, mas sim como um valor agregado a sua marca, seu processo e ao seu produto, beneficiando ambas as partes, tanto o cliente como o fornecedor”.

As tendências pós-pandemia para a indústria do plástico apontam para uma gestão inovadora, consciente e sustentável. Conheça também 5 tendências globais sobre plástico para acompanhar!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar