Oportunidades

Produção da indústria do plástico cresce 2,5% em 2017

A produção de plástico no Brasil cresceu 2,5% em 2017, segundo dados da associação que representa o setor em âmbito nacional. Este foi o primeiro resultado positivo registrado desde 2013. A alta também foi maior do que a previsão de 2% registrada pelo segmento.

A queda na taxa dos juros e o aquecimento do setor automotivo foram fundamentais para o crescimento da indústria plástica.  As previsões, no entanto, são de que os níveis de produção cheguem aos patamares anteriores à crise somente a partir de 2022.

Presente em toda a cadeia produtiva, o plástico vem confirmando o bom momento vivido pela produção industrial brasileira que, após três anos de quedas consecutivas, fechou o ano de 2017 com um crescimento acumulado de 2,5% em relação a 2016. Os dados foram divulgados no início deste mês de fevereiro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física Brasil (PIM-PF).

Diante desse cenário de retomada, o momento é de investir para voltar a crescer, tornando as empresas mais produtivas e competitivas, além de capazes de fazer frente aos concorrentes no mercado externo.

Fabio M. Narahara, diretor de marketing da Ingersoll Rand, lembra que “investimentos em maquinários são sempre necessários, seja para expansão ou manutenção de uma empresa no mercado. Em tempos de crise, no entanto, muitos empresários tentam prolongar ao máximo a vida útil de seus ativos, mas esta estratégia chega a um limite. Em paralelo, equipamentos novos, com maior produtividade e eficiência, são lançados. Ou seja, existe sempre a intenção de voltar a investir em máquinas.”

Projeções para 2018

A projeção do setor do plástico é que sejam geradas, aproximadamente, 6.200 vagas neste ano. Além disso, a estimativa de crescimento para a produção é de, ao menos, 3% em 2018, devido à melhora do setor da construção civil e ao consequente aumento da demanda por plásticos na área.

O saldo de empregos na indústria plástica também subiu em 2017, após três anos no vermelho. Foram abertos 4.696 postos de trabalho ao todo.

Quer saber mais sobre a retomada do crescimento da indústria do plástico? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e até a próxima. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *