Mundo do Plastico faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Oportunidades tecnológicas sustentáveis para a indústria do plástico

reciclagem-plastico

A sustentabilidade ainda é um dos principais desafios da indústria do plástico. No entanto, a tecnologia traz uma grande oportunidade para que haja um melhor aproveitamento de resíduos e sua rastreabilidade.

O tema foi abordado na Plástico Brasil 2019, durante a palestra “Demanda tecnológica para plásticos mais sustentáveis”, apresentada no Parque de Ideias, espaço da feira com palestras gratuitas de temas pertinentes ao setor.

Marilia Gabriela dos Santos, consultora de sustentabilidade da TriCiclos abriu a programação mostrando oportunidades para a indústria do plástico. Segundo dados apresentados pela especialista, cerca de 550 mil toneladas de plástico são recicladas. “No entanto, não existem dados consistentes sobre a rastreabilidade e reciclagem do plástico”, explica.

Mas há uma alternativa para que a indústria possa reverter a situação. “A tecnologia ajuda a alavancar a reciclagem a rastreabilidade e o cumprimento das metas globais de conteúdo nas embalagens”, ela completa. Para isso, a economia circular seria uma ótima alternativa.

Cadeia de reciclagem tem demanda tecnológica

Durante a palestra, a consultora mostrou que há oportunidades de reciclagem em todos os elos da cadeia: descarte de lixo, cooperativas, recicladores, transformadores e embalagens e indústria de bens de consumo.

Descarte de lixo: Marilia Gabriela explica que o Brasil pode se inspirar em alternativas que já estão sendo realizadas no exterior. Como em Estocolmo, que criou uma rede subterrânea de descarte, para que o plástico seja enviado diretamente ao posto de coleta mais próximo da região. “Isso diminui o custo logístico – um dos grandes problemas aqui no Brasil”, comenta.

Cooperativas: “Encaminhar esse volume de recicláveis às cooperativas cumpre também um importante papel social”, a especialista explica.

Recicladores: “Com máquinas capazes de separar esses materiais, consequentemente o volume de reciclagem aumenta”, diz. Para ela, tecnologias que auxiliam na separação de materiais, em um tamanho compatível a pequenas metragens, facilitaria o trabalho dos recicladores – que poderiam ter uma separação mais eficiente de todo o material.

Transformadores de embalagem: A consultora comenta que comprovar a pureza das embalagens de cosmético e alimentos é fundamental. “Uma oportunidade é a criação de tecnologia de comprovação de segurança alimentar, de forma a ajudar no cumprimento das normas legislativas e ainda cumprir um papel sustentável”, diz.

Indústria de bens de consumo: “Ter novas tecnologias de limpeza das embalagens reusadas é uma grande oportunidade”, comenta. Com essas alternativas, seria possível fomentar o avanço tecnológico da cadeia para alcançar metas de conteúdo reciclado.

O Parque de Ideias tem participação gratuita para os visitantes da feira, e acontece de 25 a 29 de março, no São Paulo Expo. Confira toda a programação e credencie-se!

plastico-brasil

Automatização para troca de moldes é destaque na Plástico Brasil

smed-plastico-brasil

A transformação digital já chegou para o setor do plástico e promete revolucionar a linha de produção – com ações que garantem mais eficiência e agilidade.

É o que mostra a Plástico Brasil 2019, que acontece de 25 a 29 de março, no São Paulo Expo. Em parceria com as empresas Stäubli e Romi, a feira apresenta o conceito SMED – sigla inglesa para Single Minute Exchange of Die, que consiste em um conjunto de técnicas Lean que tem como objetivo reduzir o tempo de setup da máquina.

Atração da Plástico Brasil faz a troca de molde em 2 minutos

Na feira, o conceito é apresentado durante o processo de troca de molde – um dos principais desafios da indústria do plástico. Durante este setup, a linha de produção sofre com o tempo de ociosidade, além da exposição do operador a riscos. São apresentadas as seguintes etapas:

- A máquina fecha o molde e simultaneamente desconecta o sistema de multiacoplamento para travar o molde;

- A máquina desmagnetiza o lado fixo e o lado móvel;

- O centralizador recua e as placas se abrem;

- O molde é retirado da máquina para a mesa troca moldes, ajustando a abertura e posicionando o novo molde.

Como resultado, a empresa não sofre perda de produtividade pelo tempo de setup e ainda mantém seus operadores longe de tarefas pouco ergonômicas, garantindo mais segurança.

A atração é gratuita e acontece durante todos os dias da feira. O credenciamento para a Plástico Brasil pode ser feito online e a visitação é destinada para profissionais do setor. Inscreva-se agora mesmo!

plastico-brasil

Plástico Brasil 2019 acontece em momento estratégico e prepara indústria para economia em ascensão

Feiras de negócios: como potencializar os resultados da sua empresa?

Primeira grande feira setorial do ano apresenta ampla gama de lançamentos e cria janela de oportunidades para industriais ganharem produtividade e competitividade.

Uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química e Informa Exhibitions, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 25 a 29 de março, no São Paulo Expo, consolidou-se como o maior evento do segmento na América Latina já em sua segunda edição.

Com crescimento de 20% sobre a edição anterior, a feira reúne mais de 800 marcas nacionais e internacionais, que representam os setores de máquinas, equipamentos e acessórios, matérias-primas e resinas, moldes e porta moldes, automação industrial e robótica, periféricos, entre outros produtos, serviços e soluções.

A Plástico Brasil acontece num momento estratégico para a indústria nacional. Primeira grande feira setorial do ano, sua ampla e variada oferta de produtos e soluções cria uma janela de oportunidades para os transformadores e demais atividades ganharem produtividade e competitividade, e se prepararem para a retomada do consumo.

A ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos prevê aumento de 30% nos investimentos em máquinas e equipamentos em 2019. São esperadas aplicações de mais de R$ 2,7 bilhões em modernização tecnológica, ampliação da capacidade industrial, reposição de máquinas depreciadas e outros.

PRESENÇA INTERNACIONAL

Parte significativa das marcas expositoras é representada por 13 países: Alemanha, Argentina, Áustria, China, Estados Unidos, Hungria, Índia, Itália, México, Portugal, Taiwan, Turquia e Suíça, sendo que quatro deles – Alemanha, Áustria, China e Itália – participam com grupos de empresas reunidas em seus respectivos pavilhões. Mais de 60 entidades representativas nacionais e internacionais já garantiram seu apoio ao evento.

São esperados mais de 45 mil visitantes, entre transformadores de plástico, compradores e demais profissionais da construção civil, alimentos e bebidas, embalagens, automóveis e autopeças, perfumaria, higiene e limpeza, farmacêuticos, entre outros, que vislumbram na Plástico Brasil a melhor oportunidade para se modernizar e competir num mercado em ascensão.

CONTEÚDO NA PLÁSTICO BRASIL

Fiel ao seu papel de contribuir para o desenvolvimento profissional e tecnológico da indústria, a Plástico Brasil 2019 oferece uma programação técnica com cerca de 80 horas de seminários, palestras e workshops, a maioria deles gratuita. Confira:

SMED (Single Minute Exchange of Die): Nesta nova versão da Troca Rápida de Moldes, inédita em feiras setoriais na América Latina, os visitantes podem assistir ao vivo uma máquina realizando a troca de moldes de maneira totalmente automatizada, sem interação humana. Espaço desenvolvido em parceria com as empresas Romi e Stäubli.

1º ABINFER BUSINESS CENTER – ABC 2019: Novidade nesta edição, o espaço criado em parceria com a ABINFER (Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais) é dedicado aos fabricantes de moldes, matrizes e ferramentas, e oferece uma solução completa ao reunir tecnologia e conhecimento.

ROADSHOW VDI: BOAS PRÁTICAS ALEMÃS PARA A INDÚSTRIA 4.0: Organizado pela VDI Brasil (Associação de Engenheiros Brasil – Alemanha), em parceria com a VDMA (Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas e Instalações Industriais), demonstra os benefícios da aplicação de boas-práticas alemãs por meio de palestras ministradas por especialistas internacionais e convidados.

PETtalk 2019: Realizado pela ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET), é o maior encontro do ano para o setor de embalagens PET. Durante dois dias, serão apresentadas e debatidas as novas tecnologias, cenários e temas atuais que abrangem toda a cadeia produtiva.

PARQUE DE IDEIAS:  Promove a aproximação entre universidades e o setor produtivo, fator preponderante para o desenvolvimento tecnológico, econômico e social dos países industrializados. Instituições de ensino do Brasil apresentam seus projetos de inovação e ministram palestras, bem como escolas técnicas e empresas expositoras.

SEBRAE MÓVEL: Uma van customizada oferece gratuitamente conteúdos sobre empreendedorismo e gestão a empresários e empreendedores. O veículo é equipado com todos os instrumentos necessários para a realização de atendimentos presenciais feito por funcionários do SEBRAE-SP, e oferece auxílio a todos os interessados em ter seu próprio negócio ou melhorar os resultados.

SUSTENTABILIDADE NA CADEIA DO PLÁSTICO

Ao lado dos negócios, conhecimento e relacionamento, a Sustentabilidade é um dos pilares da Plástico Brasil 2019. A feira destaca uma série de ações que não só colaboraram com a preservação do meio ambiente, mas também inspiraram os fornecedores, transformadores e demais visitantes profissionais a replicarem tecnologias ambientalmente corretas em seus negócios.

REALIZAÇÃO

ABIMAQ - A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos representa cerca de 7.500 empresas dos mais diferentes segmentos fabricantes de bens de capital mecânicos, cujo desempenho tem impacto direto sobre os demais setores produtivos nacionais e está estruturada nacionalmente com a sede em São Paulo, nove regionais e um Escritório Político em Brasília. Muito além da representação institucional do setor, a ABIMAQ tem a sua gestão profissionalizada e as suas atividades voltadas para a geração de oportunidades comerciais para as suas associadas, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 16 de junho de 1964, que congrega indústrias químicas de grande, médio e pequeno portes, bem como prestadores de serviços ao setor químico nas áreas de logística, transporte, gerenciamento de resíduos e atendimento a emergências. A associação realiza o acompanhamento estatístico do setor, promove estudos específicos sobre as atividades e produtos da indústria química, acompanha as mudanças na legislação e assessora as empresas associadas em assuntos econômicos, técnicos e de comércio exterior. A entidade ainda representa o setor nas negociações de acordos internacionais relacionados a produtos químicos.