Mundo do Plastico faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Aparas de plástico: entenda os diferenciais e as vantagens!

Aparas de plástico entenda os diferenciais e as vantagens.png
Aparas de plástico são resíduos industriais com possibilidade de reciclagem, contribuindo com o meio ambiente e gerando renda para todo o sistema

A indústria brasileira de transformação de plástico é bastante produtiva, com possibilidades em diversas vertentes. Porém, quanto maior o sistema produtivo do plástico, maiores serão as sobras geradas durante o processo, conhecidas como aparas de plástico.

Na indústria de transformação do plástico, as aparas normalmente surgem por conta de erros durante a operação das máquinas, por cortes inadequados e demais irregularidades.

Mas tão importante quanto promover a regulagem das máquinas é saber o que fazer com as aparas plásticas industriais. Apesar da natureza irregular, elas podem ser empregadas em outros processos, principalmente os de reciclagem.

O que são aparas de plástico?

No ambiente da indústria de transformação, as aparas de plásticos são caracterizadas como sobras dos processos produtivos de fabricação de produtos acabados.

Como salientado, essas sobras de material são geradas por algumas razões específicas, tais como erros quanto ao ajuste das máquinas, desrespeito às especificações de qualidade, cortes inadequados, entre outros.

O interessante é que, mesmo sendo consideradas resíduos do processo produtivo, as aparas de plástico podem ser totalmente recicláveis, uma vez que são caracterizadas como sobras “pré-consumo” e são limpas e puras.

Por isso, essas sobras de plástico devem ser separadas, armazenadas e reaproveitadas, possibilitando a produção de novos produtos, além de representarem importantes fontes de renda.

As aparas de plástico fazem parte da economia circular

Todos sabemos que os materiais plásticos são altamente recicláveis, por isso, suas aparas devem ser separadas na fonte geradora e encaminhadas à reciclagem, dentro de um processo conhecido como economia circular.

A economia circular se baseia em uma forma mais moderna de desenhar, produzir e comercializar produtos, garantindo o uso e a recuperação inteligente dos recursos naturais.

Este modelo de negócio é caracterizado como um aperfeiçoamento do sistema econômico atual, e visa um novo relacionamento com os recursos naturais e a sua utilização pela sociedade.

Assim, dentro da economia circular, as aparas de plástico são coletadas no descarte ou na fonte geradora de resíduos, categorizadas, selecionadas, limpas e trituradas. Por fim, passam por um processo de beneficiamento para formação de uma nova matéria-prima.

Principais usos das aparas plásticas industriais

Os maiores compradores de aparas plásticas são as empresas de beneficiamento de plástico ou os profissionais conhecidos como aparistas.

Cabe a eles coletar o resíduo nas indústrias, realizar a triagem com classificação por cores, e, assim, obter um material adequado para reciclagem. Depois disso, o plástico é pesado e enfardado em lotes, que podem ser entregues às empresas recicladoras.

Assim, o material reciclado serve de matéria-prima para a confecção de novos produtos em praticamente todos os setores industriais.

De acordo com a ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), os principais setores consumidores de aparas plásticas pós indústria são:

  • Construção civil (23,4%);
  • Alimentos (7,1%);
  • Automóveis e autopeças (11%); e
  • Artigos de comércio em atacado e varejo (10%).

Segundo a associação, outros segmentos importantes que fazem uso das aparas de plástico são os de máquinas e equipamentos (6,1%), produtos de metal (5,9%), bebidas (5,5%), móveis (4,4%), papel celulose e impressão (3,2%), perfumaria, higiene e limpeza (3,1%), eletrônicos (2,5%) agropecuária (2,5%), químicos (2,3%), têxtil e vestuário (0,9%), farmacêutico (0,8%), outros (1,3%).

Dentre as muitas mercadorias que podem ser produzidas com as aparas plásticas industriais, destacam-se sacos, tubos, lixeiras, garrafas, embalagens, solas de sapato, fibras para peças de vestuário, vasos, cabides, caixilhos de janelas, telhas, canetas etc.

É importante ressaltar que toda essa variedade de aplicações se deve, também, às características das aparas plásticas, sendo as mais comuns as resinas plásticas de PET, PEAD, PVC, PEBD, PP e PS.

Geração de renda extra para a sociedade via reciclagem

Além de beneficiar o meio ambiente, a reciclagem de aparas plásticas representa, também, uma atividade econômica e social bastante interessante para toda a cadeia produtiva.

A partir da reciclagem das aparas de plástico, novos produtos podem ser desenvolvidos, gerando renda tanto para quem as vende, quanto para quem as compra e recicla. Isso gera muitos empregos que vão além da indústria do plástico.

Mas, o funcionamento do processo de reciclagem das aparas depende de alguns pontos importantes. A indústria do plástico, por exemplo, deve ter em mente que o melhor destino para a apara plástica é a reciclagem, devendo destinar este resíduo para as recicladoras.

Neste caso, o Brasil é muito bem servido. Contamos atualmente com diversas cooperativas e empresas de reciclagem, que fazem a coleta e o processamento das aparas de plástico para reutilização.

E na sua indústria, como são destinadas as aparas de plástico?

Aproveite e descubra o que são PCR e PIR.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar