Oportunidades

Eficiência energética como diferencial competitivo ganha destaque na Plástico Brasil

O penúltimo dia da Plástico Brasil colocou em pauta o papel da eficiência energética dentro das indústrias do plástico e da borracha no País. Em rodada de seminários e workshops destinados aos visitantes que passaram pelo pavilhão do São Paulo Expo nesta quinta-feira, 23 de março, especialistas apresentaram a relação entre o uso racional dos recursos naturais para a geração de energia e a redução dos custos operacionais das indústrias que pode surgir com a adoção de novas práticas.

Durante o Seminário Eficiência Energética como Diferencial Competitivo, promovido pela ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos -, o diretor industrial da Schneider Electric Brasil, Cristiano dos Santos Gonçalves, alertou que “a indústria vai aumentar em mais de 50% o consumo de energia em até 2050.”

Boa parte desse consumo, porém, ainda é realizado de maneira inadequada entre as cadeias produtivas de ambos os setores. “Estima-se que 50% da energia que gera ar comprimido na indústria é desperdiçada, o que equivale a ’30 Itaipus’”, ressalta Edgard Dutra, diretor comercial da Metalplan Equipamentos. Diante desse cenário, algumas medidas podem ser tomadas, como: adequação predial e de equipamentos nas indústrias (substituição de equipamentos deficientes e melhor aproveitamento da luz natural), otimização de processos, criação de indicadores energéticos e conscientização dos colaboradores.

Ainda discutindo soluções sustentáveis, foi promovido o Workshop de Sustentabilidade, dedicado ao debate de temas relacionados à reciclagem de EPS e sistemas de reciclagem de material pós-consumo, entre outros.  Na ocasião, o coordenador do Comitê de EPS da Plastivida, Ivam Michaltchuck, disse que, diferentemente do senso comum, o isopor é, sim, reciclável. “O problema é o descarte incorreto.”

Aplicações em PVC

Iniciativa do Projeto Recicla Plástico Brasil, o Workshop Mobiliários Adaptados em PVC foi realizado com o objetivo de ensinar profissionais da área de terapia ocupacional e voluntários a montarem mobiliários adaptados como cadeiras, mesas e andadores feitos com PVC, adaptáveis a crianças com disfunção neuromotora. A palestrante Grace Gasparini mostrou, ao vivo, aos participantes como montar uma cadeira em PVC (tubos e conexões) com bandeja que ajuda a promover a manutenção da postura corporal em 90° da criança.

A Plástico Brasil é uma iniciativa da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos e da ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química, com organização e promoção da Informa Exhibitions, a Plástico Brasil segue a tendência mundial de feiras promovidas pelas entidades representativas, visando ao desenvolvimento do setor, melhoria das empresas e fomento dos negócios.

Para visitar, faça agora seu credenciamento gratuito neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *