Mundo do Plastico faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Indústria 4.0: como as PMEs do plástico podem inovar?

Indústria 4.0 como as PMEs do plástico podem inovar.png
Conheça algumas estratégias que as PMEs do plástico pode adotar em relação à Indústria 4.0.

Você sabia que é possível começar a transformação digital da fábrica rumo à Indústria 4.0 sem investir grandes quantias? Existem tecnologias acessíveis para PMEs do plástico. Além disso, não é preciso modernizar o parque fabril de uma única vez. Você pode começar a implantação de processos mais inteligentes em uma área por vez.

Quer saber como as PMEs do plástico podem inovar e partir rumo à Indústria 4.0? Confira!

O que é a Indústria 4.0?

Por conceito, a Indústria 4.0 é aquela que realiza a conexão entre máquinas, sistemas e pessoas ao processo produtivo. Na prática, transforma as indústrias em fábricas inteligentes (Smart Factories), com produtos e máquinas capazes de realizar comunicação e monitoramento entre si.

Em outro conceito mais técnico, Indústria 4.0 é o processo de uma digitalização vertical e horizontal das cadeias de valor. É a 4ª Revolução Industrial. Para realizá-la, é preciso integrar as estruturas de produção, distribuição e informação. 

E como as PMEs do plástico podem inovar rumo à essa revolução? Com o apoio de diversas tecnologias, como o Big Data. Com elas, é possível identificar falhas de processo, otimizar a produção, dentre outras ações. Além das tecnologias, é fundamental contar com profissionais preparados

Isso significa encontrar trabalhadores com formação multidisciplinar, focados em trabalhos intelectuais. Além disso, devem ser flexíveis, estar atualizados e ter senso crítico. Falar outros idiomas é desejável, bem como saber trabalhar em equipe e de forma colaborativa.

Soluções acessíveis para a Indústria 4.0

Será que existem tecnologias possíveis para PMEs chegarem à Indústria 4.0? Você provavelmente já ouviu falar em Manutenção Produtiva Total (Total Productive Maintenance - TPM) e em Mapeamento de Fluxo de Valor (Value Stream Mapping - VSM). 

Essas duas soluções acessíveis para a Indústria 4.0. podem ser aplicadas por PMEs que querem inovar no setor do plástico. E o que são elas? São soluções que colocam a empresa no caminho da eficiência, sem tecnologias “mirabolantes”. Veja:

  • Manutenção Produtiva Total (TPM): sistema focado para eliminar perdas, reduzir custos e interrupções, de modo a garantir a qualidade contínua dos processos industriais. Envolve todos os funcionários do ciclo produtivo de uma fábrica. Possui 8 pilares, dentre os quais estão Segurança, Saúde e Meio Ambiente; Manutenção da Qualidade; Manutenção Planejada; etc.

  • Mapeamento de Fluxo de Valor (VSM): método de gerenciamento lean (agrega valor aos produtos com a menor taxa de desperdícios) em que se analisa o estado atual para projeção de estado futuro da série de eventos. É uma ferramenta que traz controle visual ao gestor e é facilmente interpretada. 

Como inovar na Indústria 4.0 no setor de plástico?

É possível inovar no setor de plástico, dentro do conceito de Indústria 4.0, de diversas maneiras. O uso de tecnologia é bastante óbvio. Mas Alexandre Pierro, sócio-fundador da PALAS, consultoria pioneira na ISO de inovação, destaca duas medidas igualmente importantes: investimento em gestão para inovação e implementação inteligente.

Investir em gestão para a inovação

Investir em gestão para a inovação é definir quais as estratégias, as metas, os processos e os indicadores para mensurar e atingir o melhor desempenho. 

Na visão de Pierro, “adotar tecnologias da Indústria 4.0 sem um conceito claro de realização de valor, com foco em resultado, é andar para trás. A governança da inovação é fundamental na busca por mais agilidade e valor agregado.  Tudo isso é fundamental para promover a redução de custos, a otimização dos processos e a minimização dos erros e desperdícios”.

Fazer uma implementação inteligente de tecnologias

Além de ter uma gestão voltada para inovação, Alexandre acredita que a Indústria 4.0 não está atrelada a altos investimentos. Por isso, as PMEs do plástico podem seguir rumo à inovação. Há tecnologias de baixo custo que promovem grandes ganhos de produtividade, eficiência, inclusive no campo de segurança da informação. 

Para o sócio-fundador da PALAS, “a chave está em fazer uma implementação adequada e inteligente das tecnologias certas para cada tipo de operação. Sair comprando e implementando tecnologias sem um prévio planejamento, certamente não é o melhor caminho”

Em sua visão, “o ideal é criar uma estratégia faseada, criando um cronograma para adoção das tecnologias de acordo com a necessidade e o investimento, visando um equilíbrio entre receitas que serão geradas e as despesas que serão necessárias – especialmente na indústria do plástico, que tem um potencial de inovação enorme tanto na busca por novas aplicações quanto na redução do impacto ambiental”.

As PMEs do plástico podem e devem inovar para seguir rumo à Indústria 4.0. Com o uso de soluções acessíveis, investimento em gestão voltada para inovação e implementação inteligente, é possível. Assim, as empresas terão mais condições para aumentar a vantagem competitiva e se manterem vivas no mercado.

Aproveite para conhecer os 5 pilares da transformação digital!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar