Oportunidades

Fontes alternativas de energia para a indústria; confira

Como já dissemos outras vezes por aqui, a energia elétrica é um insumo fundamental para o funcionamento das indústrias. Contudo, o custo para tê-la tem ficado “salgado”, principalmente para as pequenas e médias empresas, o que impacta não somente no desempenho da indústria nacional, mas também nos investimentos no setor e na competitividade do Brasil em relação aos demais países.

Por isso, olhar com mais atenção para as fontes alternativas de energia é cada vez mais necessário. Confira, a seguir, um pouco mais sobre as três opções mais comuns atualmente.

Energia fotovoltaica (produzida a partir de luz solar)

O processo de conversão da energia solar em energia elétrica utiliza células fotovoltaicas, normalmente, feitas de silício ou outro material semicondutor.
Quando a luz solar incide sobre uma célula fotovoltaica, os elétrons do material semicondutor são postos em movimento, gerando, assim, a eletricidade.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) atua em duas vertentes para difundir a energia solar no Brasil: uma é a geração distribuída e a outra são os leilões para comprar energia solar de forma centralizada.

Energia eólica (produzida a partir do vento)

Em uma usina de energia eólica, aerogeradores permitem o aproveitamento dos ventos para gerar eletricidade por meio de pás, que se movimentam e propulsionam um rotor, conectado a um eixo, que move um gerador elétrico.

Uma engrenagem multiplica a velocidade o suficiente para garantir energia para a geração da eletricidade, que desce da torre por cabos que vão até a rede de transmissão.

Biomassa

Consiste em materiais de origem orgânica que são, geralmente, desperdiçados em processos industriais.

Existem projetos que utilizam o bagaço da cana-de-açúcar como combustível e outros que produzem energia a partir da queima da casca do arroz e dos resíduos da indústria do papel.

O biogás e o biometano, obtidos por meio da decomposição de matéria orgânica, são outros exemplos de biomassa que podem ser utilizadas na produção de energia.

Economia como fonte de energia

Apesar dos altos custos com energia elétrica, a maioria das empresas do setor industrial brasileiro continua a utilizar equipamentos antigos que demandam maior consumo de energia, além de desperdiçar o recurso durante os processos de produção.

Diante disso, entender a importância da eficiência energética é fundamental para o futuro da indústria de qualquer setor. “O grande desafio das empresas no momento é buscar, também, uma maneira mais econômica e eficiente de usar o recurso. Afinal, quando não se tem dinheiro, você precisa aprender a usar melhor o que já tem”, André De Dominicis, especialista em eficiência energética na indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *