Sustentabilidade

Projeto de monitoramento ambiental preserva o verde e amplia oportunidade de negócios

Quem se preocupa em criar um projeto de monitoramento ambiental pode se beneficiar de diversos pontos que podem diferenciar seu produto, fazendo com que a empresa transformadora se destaque no mercado. De acordo com dados da Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), em 2012, a população brasileira gerou 64 milhões de toneladas de resíduos, sendo que 37,5% desse total foi enviado para destinos inadequados. Com isso, o meio ambiente sofre danos às vezes irreversíveis e cabe ao setor transformador colaborar para que os recursos não sejam exterminados.

Para amenizar os danos, foi criada a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que propõe a prática de hábitos de consumo sustentável e incentiva a reciclagem de resíduos sólidos, bem como a destinação ambientalmente correta. Para Antônio Renato Lima Aragão, gerente do Núcleo do Meio Ambiente da FIEC (Fundação das Indústrias do Estado do Ceará), a indústria transformadora do plástico deve assumir um compromisso com o meio ambiente. “As responsabilidades trazidas pela lei atingem a todos, indistintamente. Mas voltando-se para o setor em questão, a responsabilidade com a preservação do meio ambiente está na essência, uma vez que a sua base é construída sobre a reciclagem e portanto, a economia da matéria-prima utilizada na sua linha de produção.”

Uma forma de assegurar que a sua empresa cause o mínimo de impacto durante todo o processo de produção é investir em um projeto de monitoramento ambiental e garantir seu cumprimento. O dinheiro aplicado deve ser encarado não como gasto, mas sim um grande investimento que pode trazer grandes vantagens competitivas, pois garante a elevação dos padrões de qualidade da produção. “As empresas que investem nesse tipo de projeto ao longo do tempo conseguem perceber a sua importância com o aumento das oportunidades de negócios e, consequentemente, dos lucros”, afirma Aragão.

O monitoramento merece ser aplicado em todas as etapas produtivas. No pré-operacional que faz o estudo de base para a implantação da fábrica, no operacional que consiste na implantação e produção, e até mesmo o pós-operacional que consiste no despejo de resíduos. Com um monitoramento ambiental sua empresa poderá sair à frente e criar um plano de ação para diminuir impactos e encontrar soluções para o reaproveitamento de resíduos.

Para que todo o projeto seja colocado em prática, vale investir em um pessoal altamente capacitado. Assim, o monitoramento é realizado à risca e com mais garantias de ganhos futuros. É recomendado ter equipes setorizadas, capazes de se comunicarem entre si para encontrar planos de ação para cada fase do processo produtivo. Essa equipe não faz apenas o monitoramento, mas também repassa informações para a área responsável em criar mudanças a favor do crescimento da empresa transformadora de plástico.

Um ponto importante é ter cuidado para não confundir o projeto de monitoramento ambiental com o controle geral de qualidade do meio ambiente feito por órgãos governamentais. No entanto, a preocupação e a responsabilidade em prever e identificar o que se pode fazer para preservar o meio ambiente é fundamental. Assim, você estará automaticamente fazendo a prevenção futura da matéria-prima e dos insumos necessários para produzir o seu material.

A logística reversa das embalagens plásticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *