Oportunidades

Plástico é grande aliado na fabricação de móveis; saiba como trabalhar esse nicho

A princípio, o casamento entre o plástico e a madeira parece não render um final feliz, principalmente quando idealizamos o futuro deles em possibilidades decorativas, como em móveis, por exemplo. No entanto, basta dar uma segunda chance aos seus próprios pensamentos para relembrar que tanto a madeira quanto o plástico são dois dos elementos mais versáteis, capazes de combinar tanto com estilos decorativos variados quanto com outros materiais.

Dessa maneira, a indústria tem usado amplamente ambos para diferenciar móveis, em uma união perfeita: durável, sólida e versátil para se adaptar a diferentes situações. Por isso, confira as principais possibilidades de aplicação do plástico para diferenciar móveis de madeira.

“Acredito que a própria materialidade do plástico funciona de forma harmônica quando trabalhada com outros materiais. Outra questão seria que, quando criamos um mobiliário com material misto, no caso o plástico e a madeira, fazemos um uso mais sustentável da madeira” conta o arquiteto Diogo Giovannoni, da COPA Arquitetos Associados, que valoriza as possibilidades decorativas unindo esses dois materiais.

Onde o plástico é usado nos móveis de madeira?

Podemos começar pela aplicação mais prática do plástico para diferenciar móveis: as cadeiras. Exemplos não faltam, desde móveis em ABS, que ganham a pintura somente após a moldagem o que confere mais brilho à peça, aos produtos em polipropileno, outro tipo de plástico, mas que já vem moldado com a pigmentação desejada.

Para Giovannoni, ambos “têm sido usados em mobiliário com design mais contemporâneo. Um bom exemplo é a rede de lojas sueca IKEA. Muito forte na Europa, essa marca vende vários mobiliários que unem, em seu design, a madeira e o plástico, em sua grande maioria, mesas e cadeiras.”

Essa combinação traz uma incrível diversificação aos produtos, o que permite amplas possibilidades decorativas. Como exemplo, podemos citar a Cadeira Charles Eames, cujos tradicionais pés emadeirados e palito resgatam a elegância da decoração vintage, mas sem perder o apelo contemporâneo.

Muito além dos assentos confortáveis

Além das peças brutas e moldadas para o conforto dos seus usuários, o plástico e a madeira também podem convergir em outros tipos de móveis, como, por exemplo bancos, pergolados e mesas.

É possível, portanto, diferenciar móveis fazendo essa aliança entre o plástico e a madeira. A ideia deu tão certo, inclusive, que a indústria moldou um conceito muito em alta, hoje em dia: a madeira plástica.

O que é a madeira plástica?

Giovannoni aponta, como tendência no mercado, um produto que faz uso de ambos os materiais para criar algo diferenciado, trazendo oportunidades de vendas ao setor de móveis.

“A madeira plástica é um material composto, produzido pela reciclagem de polímeros adicionados a outros materiais, tais como a serragem de madeira, o carbonato de cálcio, o caulim, pigmentos e plastificante. Inclusive, esse produto tem várias vantagens em relação à madeira”, esclarece o arquiteto, que ainda aponta algumas características desse material:

  • Alia a aparência da madeira com as características de durabilidade do plástico;
  • Possui imunidade natural contra pragas que atacam a madeira (como cupins);
  • Não necessita de aplicação de produtos como selador ou verniz;
  • Pode ser trabalhado com parafusos, pregos ou cola, além de outras ferramentas convencionais utilizadas com a madeira;
  • Não solta farpas e não empena;
  • Resistente à abrasão e elevadas cargas;
  • Garante múltiplas facilidades para o escoamento de água;
  • Conta com baixa absorção de umidade e de água;
  • Produto 100% sustentável, sendo inteiramente composto de material reciclado – além de ser completamente reciclável também;
  • Facilidade de limpeza (pode ser limpo com sabão e água).

Ou seja: é um material criado a partir da reciclagem de rejeitos, garantindo a identidade da madeira com a durabilidade e maleabilidade do plástico. Um produto que, com certeza, trouxe novidades ao setor e pode ser considerado para diferenciar móveis que componham todo tipo de projeto decorativo.

Plastico_Infografico_industria de plastico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *