Reciclagem

Conheça o plano de resíduos do Grupo Pão de Açúcar com foco em plásticos

O programa de reaproveitamento de resíduos e reciclagem “Novo de Novo”, do Grupo Pão de Açúcar, vai colocar no mercado, em parceria com a Braskem, um novo produto produzido de material reciclado: a embalagem do tira-manchas Qualitá que, a partir de agora, será produzido por meio da reciclagem de materiais obtidos nas estações de coleta instaladas nos supermercados e hipermercados da rede GPA (Extra e Pão de Açúcar).

O Grupo Pão de Açúcar já conta com 184 pontos de coleta que arrecadam, aproximadamente, dois milhões de quilos de materiais recicláveis todo o ano. As embalagens descartadas nessas estações são doadas para cooperativas parceiras do programa. Depois de separado, o plástico é enviado para a recicladora Wisewood, que produz uma resina composta de 70% de material reciclado e 30% de material virgem.

A produção das embalagens, então, é feita em parceria com a Braskem, por meio da plataforma Wecycle, criada pela petroquímica para a valorização de resíduos plásticos na cadeia produtiva. Todo o ciclo é auditado pela ferramenta.

A expectativa é a de que todo o volume de tira-manchas Qualitá vendido no Brasil – cerca de 10 mil unidades por mês – tenha embalagens fabricadas com a resina proveniente da reciclagem.

O programa “Novo de Novo” já vinha obtendo sucesso na reinserção de papéis e embalagens longa vida no ciclo produtivo, a partir de parcerias com a Papirus e com a Tetra Pak. No total, serão recicladas, apenas com a parceria entre GPA e Braskem, 60 toneladas de plástico por ano.

Parceria e estações de coleta para reciclagem

Braskem e Pão de Açúcar fizeram com que o programa “Novo de Novo” desse um passo além, ao utilizar tudo que é coletado nas Estações de Reciclagem das lojas Extra e Pão de Açúcar.

O Pão de Açúcar possui estações de coleta de lixo reciclável nos estacionamentos dos supermercados desde 2001, mas a preocupação efetiva em “fechar o ciclo” só ocorreu em 2008.

As estações recebem papel, vidro, plástico, metal e óleo de cozinha usado. Os materiais recicláveis são doados para as cooperativas parceiras do programa e o óleo de cozinha é encaminhado para a produção de biocombustível.

Programa “Novo de Novo

É um dos programas de reciclagem pioneiros no país quando o assunto é Economia Circular, ou seja, cuidar de um negócio de forma sustentável. O projeto aproveita os resíduos levados pelos consumidores até a estação de coleta/reciclagem e, deste material, faz novas embalagens para novos produtos.

“Todo este processo gera renda e postos de trabalhos diretos e indiretos, além de ajudar no desenvolvimento de cooperativas parceiras, gerar menos impacto ambiental e até menos lixo nos oceanos e nos rios. É bom para o meio ambiente”, afirma Camila Santos, professora de engenharia ambiental da Uniritter.

Visão de uma cooperativas sobre o programa

As coletas do programa são realizadas por mais de 40 cooperativas espalhadas pelo país. Elas são responsáveis pela separação dos materiais e contam com uma parceria com a fábrica responsável por fazer embalagens dos produtos Qualitá e Taeq.

De todo o material recolhido, 75% da composição é de celulose, que é transformada novamente em papel na indústria.

O responsável pela Cooperativa de Eldorado do Sul, Domingos Salvador, afirma que “desde 2015, vemos, apesar de tardiamente, a oportunidade de trazer uma opção para evitar o descarte incorreto de materiais e para incentivar as pessoas a inserir o conceito da sustentabilidade e da reciclagem no seu dia a dia e nas suas casas de maneira simples e fácil. O projeto do Grupo Pão de Açúcar é fascinante, ajuda o meio ambiente e também conscientiza os consumidores de uma forma simples, sem ser imposta.”

Para participar do projeto é preciso entrar em contato pelo telefone 0800 152 134.

Quer conhecer outros cases de sucesso de iniciativas voltadas à reciclagem? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *